Notícias

Químicos desenvolvem plástico autocurável que também é biodegradável

Químicos desenvolvem plástico autocurável que também é biodegradável
Foto: reprodução/Getty Images

Imagine um plástico mais duro que os existentes, autocurável e também biodegradável. Agora, adicione o fato de que pode ser produzido à temperatura ambiente, em água e sem a necessidade de solventes tóxicos.

Antes de endurecer, você ainda pode moldar o plástico da maneira que desejar – como uma goma de mascar. Ao adicionar água, ela também volta à forma de “goma” a qualquer momento, e assim, reciclada quantas vezes desejar.

Parece coisa de ficção, né? Mas não é! Em 2016, o químico alemão Helmut Cölfen e a equipe criaram exatamente esse tipo de material. E agora, eles conseguiram fazê-lo se decompor naturalmente. Que avanço incrível!

Novo ingrediente biodegradável

Quando foi criado, embora o plástico tenha atraído grande interesse da indústria, ainda enfrentava desafios ambientais devido à composição química.

A equipe de pesquisa decidiu então buscar por um novo bloco de construção básico que mantivesse as propriedades do material original. E encontraram!

Em publicação na revista Small Methods, os químicos apresentam a próxima geração de seu plástico mineral.

Em vez de ingredientes à base de petróleo, como o ácido poliacrílico, eles agora usam ácido poliglutâmico: um biopolímero natural disponível em abundância e completamente biodegradável.

Apoio de biólogos 

Os químicos contaram com a colaboração de David Schleheck e do pós-doutorado Harry Lerner, do Departamento de Biologia da Universidade de Konstanz.

Isso foi feito para confirmar que essa capacidade de biodegradação se aplica ao novo plástico mineral em si, e não apenas aos seus componentes individuais.

“Helmut Cölfen desenvolveu um novo tipo de plástico mineral em seu laboratório, e nossa missão agora era fazê-lo desaparecer novamente com a ajuda de microrganismos”, explicou Schleheck.

Resultados 

Nos testes, os biólogos conseguiram demonstrar que microrganismos encontrados em solos florestais, por exemplo, começaram a decompor o plástico mineral em pouco tempo.

Completados 32 dias, esses microrganismos haviam degradado completamente o plástico.

Dessa forma, os pesquisadores conseguiram transformar o plástico, com todas as propriedades positivas, em um material  também sustentável e biodegradável.

Com informações da Universidade de Konstanz. 

 

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL TRI NOTÍCIAS (49) 9.8428-4536 / (49) 3644-4443

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,25

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,43

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,80

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,54

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 329.302,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 412,24

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,59

Clima

Quarta
Máxima 20º - Mínima 13º
Céu nublado

Quinta
Máxima 21º - Mínima 10º
Céu limpo

Sexta
Máxima 24º - Mínima 10º
Céu limpo

Sábado
Máxima 26º - Mínima 12º
Céu limpo

Domingo
Máxima 26º - Mínima 13º
Céu limpo

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.