Geral | 16/09/2010 09h59

SMO - reportagem resgata a história dos quíntuplos de São Miguel do Oeste


Mudar o tamanho da letra: A+ A-

SMO - reportagem resgata a história dos quíntuplos de São Miguel do Oeste
Pai e Mãe com o filho mais velho e os quíntuplos
– Hoje, é mais fácil criar do que naquele tempo. Mas, com certeza, é mais difícil educar. A opinião é de Terezinha Neoci Imhoof, a primeira moradora de Santa Catarina a dar à luz quíntuplos. Foi em 16 de março de 1982, em São Miguel do Oeste.

Vinte e oito anos depois, uma mãe de Braço do Norte repetiu o feito. No último dia 20, em Florianópolis.

– Vejo pelos netos que as crianças de hoje são diferentes. Eu dava banho, fazia uma bacia de pipocas e eles sentavam no sofá para ver televisão. Nenhum levantava sem eu permitir – recorda Terezinha.

A mãe fala com a autoridade de quem pariu cinco em uma gestação.

– Foi uma bênção colocar eles no mundo. Mas também vê-los crescer, aprender a falar, a caminhar.

E com a serenidade de quem vivenciou simultaneamente cinco infâncias, cinco adolescências, cinco pessoas entrando na fase adulta:

– Eu me sinto vitoriosa, pois consegui dar educação a eles. Meus filhos nunca nos deram problema.

O nascimento dos quíntuplos do casal Terezinha e Ivo Imhoof entrou para a história. A dona de casa tinha 31 anos e o marido, motorista do antigo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), atual Deinfra, 29 anos. Foi o primeiro caso no país onde as cinco crianças – três meninos e duas meninas – sobreviveram.

Seis anos antes, o casal havia tido um casal de gêmeos. A menina morreu. Os quíntuplos nasceram de sete meses e a gravidez foi uma surpresa. Terezinha não fez tratamento para a fecundação (o que torna mais incomum a gravidez múltipla) e a ultrassonografia havia mostrado apenas quatro fetos. Por ordem nasceram Daniel, Marcelo, Fernando, Márcia e Juliana.

– Juliana foi a última a chegar. Foi a única que precisou de aparelho para respirar – conta Terezinha.

A mãe ficou uma semana no hospital. As crianças, três meses. Precisavam ganhar peso e era necessária uma grande quantidade de leite materno. A cada três horas Terezinha pisava ao hospital. Mas a quantidade de leite não era suficiente. Mães voluntárias se apresentaram e foi montada uma escala. Com um mês de vida, os cinco começaram a tomar leite em pó.

– Eram latas e mais latas, uma mamadeira atrás da outra.

A chegada dos cinco alterou a vida da família. A casa onde os Imhoof moravam era pequena, com 78 metros quadrados. Faltava banheiro e foi preciso fazer um quarto para os cinco bebês.

A imprensa mostrou esta realidade e campanhas foram desencadeadas no Sul do Brasil. Foram arrecadados material de construção, berços, cobertores, brinquedos. Também foi aberta uma conta bancária.

– Enfrentamos dificuldades, pois não era leite ou roupa para uma criança: era para cinco. Além disso, tinha o mais velho que ainda era pequeno e também precisava de atenção – lembra a mãe.

Para Terezinha, foi graças à solidariedade das pessoas que conseguiram criar os filhos:

– Sempre que um jornalista me procura eu dou toda atenção. Não fosse a divulgação, as pessoas não teriam nos ajudado.

Atualmente, três vivem em Sorriso, no Mato Grosso, e outros dois continuam na casa dos pais em São Miguel.


Fonte: Diário.com
  • Imprimir
  • Entre em contato
  • Enviar por e-mail
  • Comentários
0 comentários
Entre em contato
enviar para o e-mail
0 comentários


MAIS PUBLICAÇÕES


Mega-Sena acumula e prêmio vai pagar R$ 50 mi no próximo sorteio

Os números sorteados são: 08 - 18 - 21 - 31 - 37 - 38 Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.645 da Mega-Sena sorteadas pela Caixa Econômica Federal na noite de sábado (18) na cidade de Natividade da Serra, no interior de São Paulo. O prêmio acumulou e vai pagar R$ 50 milhões no pr

Morre bebê que nasceu após mãe sofrer acidente de trânsito na BR-282

Recém-nascido estava internado na UTI do Hospital Xanxerê, no Oeste. Mulher estava grávida de 9 meses e parto foi realizado às pressas Morreu na noite de sexta-feira (17) o bebê que nasceu após a morte da mãe, vítima de um acidente de trânsito na BR-282, em Cunha Porã, no Oeste catarinens

Evo Morales é oficialmente reeleito para 3º mandato com 61% dos votos

Resultado oficial foi divulgado quase uma semana após as eleições O presidente da Bolívia, Evo Morales, conseguiu a vitória com 61% dos votos nas eleições presidenciais do último domingo na Bolívia, segundo a apuração oficial, entregue no sábado (18) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

GBA - PRF apreende mais de 300 quilos de maconha

A droga estava escondida em dois automóveis Peugeot do Paraguai, que usavam placas falsas da Argentina A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na manhã deste domingo (19), na rodovia BR 163, na operação “Bravo Cidadão”, no Posto da Polícia Rodoviária Federal. O flagrante acont

Marmeleiro – PM foi executado

A princípio o caso tinha sido tratado como morte devido ao capotamento, mas após perícia, ficou comprovado que a causa da morte foi um tiro na cabeça  Uma reviravolta na morte do policial militar de Santa Catarina, Andrei Zimmermann de 26 anos, que capotou um Fiat Pálio, placas de São Lou

SMO - Acismo premia destaques de 2014

A Associação Comercial e Industrial de São Miguel do Oeste realizou nesta sexta-feira (17), o no Clube Comercial, a oitava edição do Destaque Empresarial. Durante o evento foi comemorado também os 45 anos. Antes da entrega dos troféus, houve um show humorístico com Salada Mística além de a

DC - Cemitérios - Realocação e organização, pauta da semana

O cemitério de Dionísio Cerqueira, localizado as margens da BR-163 no acesso a aduana de cargas, há algum tempo vem sofrendo com a falta de espaço  e uma certa desordem no processo de locação e manutenção das condições do local.  Junto a isso somam-se a necessidade da retirada dos restos


HORÓSCOPO



MERCADO FINANCEIRO


Moedas Bolsas
  • Dólar Comercial Carregando...
    Dólar Paralelo Carregando...
    Euro Carregando...


OFERTAS DO PORTAL


12345


FANPAGE




AGENDA DE EVENTOS


09/11/2014
Matinê com a Banda Kaso Novo
Matinê com início as 14:00hs, no Salão da Capela Santo Expedito do Bairro Industrial em Barracão.

1



CENTRAL DE ATENDIMENTO
+55 49 3644.4443
+55 49 3621.4806


Siga-nos:FacebookTwitter